Educação> Política

Acadêmico e policial militar ameaça professora a tiro em grupo de WhatsApp do curso de direito na Universidade Unesc.

17.04.2019

Uma postagem de violência chocou os acadêmicos do curso de direito, neste final de semana, em grupo de WhatsApp do curso de direito Unesc. Um acadêmico do curso, que fazia parte do grupo, ameaçou ir ao local da atividade política, fora de horário de aula, atirar na professora que externava sua posição política durante caminhada organizada por ativistas e manifestantes em prol da liberdade do Ex Presidente Lula.

Na postagem abaixo da foto da professora, ele escreve a ameaça ” Aonde é isso que vou boa dar um tiro”.

A professora Janete Trichês afirmou que tomou conhecimento da ameaça publicado no grupo do Curso de Direito por seu ex aluno, na tarde de terça-feira e ressaltou que , “o comportamento do presidente, desde a época de candidato, estimula a violência, o ódio, a misoginia, o machismo, a homofobia, todos comportamentos destrutivos que não contribuem em nada para a paz e a harmonia entre as pessoas.

Eles não nos calarão.Ou seja, não temos medo e vamos continuar na luta, na defesa da democracia, dos direitos dos trabalhadores e por Lula Livre, contra a barbárie, o obscurantismo, o atraso, a ignorância.”

A professora Janete efetuou o Boletim de Ocorrência junto com o advogado da Instituição, onde provavelmente, será instaurado um processo interno para apurar o caso.

“O autor da frase, disse que nunca imaginou uma frase, em tom de brincadeira, poderia ter tomado tamanha repercussão. “Foi em tom de brincadeira, não tem nada de ameaça ali. Estão fazendo um barulho que não é real. Sou uma pessoa do bem e não quis ameaçar ninguém. Eu adoro a professora Janete. É uma excelente profissional uma das mais antigas professoras do Curso de Direito. Estavam ali, todos brincando, é um grupo nosso. Uma pessoa, acho que viu que sou policial e quis me inibir na rede social. Eu vou procurar a professora Janete e me justificar e acertar com ela”, comenta o estudante que se disse surpreso pela repercussão.“Segundo matéria do Portal Litoral Sul.

Alunos, professores e amigos da Professora Janete Trichês manifestaram sua solidariedade nas redes sociais e pedem fim à violência, discurso de ódio e impunidade.

Compartilhe:
Postado por: admin

1 Comentário

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *