Movimento Feminista

Acusado de feminicídio contra a modelo Isadora Viana Costa volta para a prisão.

26.08.2019

O acusado de assassinar a namorada, a santa-mariense Isadora Viana Costa, Paulo Odilon Xisto Filho voltou para a prisão de Imbituba (SC) na tarde desta segunda-feira. Na última sexta-feira, o Supremo Tribunal Federal (STF) cassou a liminar que permitia que ele respondesse o processo em liberdade e expediu um mandado de prisão preventiva contra o oficial de cartório. Ele estava fora do presídio há nove meses. 

Durante o julgamento, que ocorreu na última quinta, o juiz Welton Rubenich, titular da 2ª Vara de Imbituba, explicou que a decisão de prisão preventiva foi mantida após ser revisada em três instâncias (TJSC, STJ e STF). Em 16 de julho de 2018 a prisão preventiva do acusado havia sido decretada pela suposta prática dos crimes de homicídio qualificado, fraude processual, posse de acessório de arma de fogo de uso restrito e coação no curso do processo, bem como pelo descumprimento de medidas cautelares diversas da prisão. Em 28 de novembro de 2018, o ministro Marco Aurélio concedeu a liminar que determinava a soltura de Paulo Odilon. 

Por Victoria Debortoli

Compartilhe:
Postado por: admin

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *