Economia> Movimento Sindical> Política

Denúncias de assédio moral por partes de funcionários públicos de Criciúma é ignorado pelo gestor da ASTC.

15.04.2020


Desde 2019, correm duas ações no Ministério Público, que tratam de assédio moral protocolados por funcionários públicos, no Departamento do Rotativo, em Criciúma/SC. Em consulta ao SIG, verificou-se a existência na Promotoria de Justiça do Inquérito Civil n. 06.2019.00000991-0 e outro processo de número 05.2019.00049499-5, ao qual foi indeferido pelo MP por se tratar do mesmo objeto de ação.


Mesmo com o processo instaurado pelo MP, os funcionários públicos do Departamento no Rotativo, fizeram outra denúncia no Sindicato dos Servidores Municipais, Siserp, também por objeto de assédio moral, onde o coordenador ameaça demitir quem não resida na cidade, por representar custo adicional a prefeitura municipal e demissão de quem não comparecer ao trabalho por razões de força maior, devido a paralisação de serviços em razão da Pandemia do Covid 19.


A direção liberada do SISERP ressaltou que irão tomar as devidas providências legais.


Com informações, SISERP.

Compartilhe:
Postado por: admin

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *