Cultura

Estação cultural traz para Criciúma hoje o espetáculo: “o incrível ladrão de calcinhas”.

17.02.2018

A peça proposta pelo ator e diretor Willian Sieverdt dialoga com o teatro físico de bonecos e aborda histórias dos anos 40, 50.

“Esse espetáculo especificamente surgiu do próprio título “o incrível ladrão de calcinhas”, humm poderia dar um bom espetáculo e a partir do título eu fui desenvolvendo a idéia”, ressalta Willian.

“A ação, se tem um roubo de uma calcinha, isso quer dizer que tem uma personagem dona de uma calcinha, existe o ladrão, existe um detetive que é contratado para poder buscar quem cometeu esse crime.

Ou seja, a partir do título, o espetáculo começou a ser desenvolvido.

E nós nos apropriamos de uma estética, essa é uma informação muito importante desse espetáculo, que é a estética do Cine noir, caracterizados por filmes tipo “B”, que é o cine negro, aquelas histórias de detetives dos anos 40, 50, onde tem sempre uma mulher fatal que abusa de sua sensualidade para dominar todo mundo e envolve los em suas tramas, tem sempre um detetive que a gente nunca sabe direito de que lado ele está, policiais corruptos, gângsters e a ambientação dessas histórias se dá em becos escuros, onde os crimes ocorrem em bares enfumaçados, quartos de hotéis baratos, nos submundos das grandes cidades.

Então foi assim através desse conceito, dessa estética, que o espetáculo foi sendo desenvolvido”, completa.

O grupo catarinense de Rio do Sul, atua há 28 anos em Santa Catarina, Brasil e também em festivais internacionais.

Sinopse

Uma história de detetives baseada no estilo do Cine Noir, caracterizado por filmes tipo “B” das décadas de 40 e 50, onde a falta de caráter e o crime são as marcas mais presentes.

O escritório do Detetive Bill Flecha é procurado por Srta. Velda, uma “mulher-fatal” que tem sua “peça íntima” roubada e pagará qualquer quantia para tê-la de volta. O que parecia um crime banal dá origem a uma série de outros crimes violentos, onde todos são suspeitos até que se prove o contrário, ou até que seus corpos sejam encontrados em algum beco escuro.

Inspirado na vida e obra de Dashiell Hammett, considerado o pai da literatura policial moderna, o espetáculo utiliza uma técnica de construção de bonecos pouco conhecida no Brasil, à partir de modelos desenvolvidos por Hansjürgen Fettig em seu livro “Rod-Puppets & Table-Top Puppets (Standing Figures). A cenografia foi inspirada no “Expressionismo Alemão”, movimento artístico que contribuiu para o surgimento do Cine Noir.

Ficha Artística

Apresentação:

• Willian Sieverdt

Concepção, direção e manipulação

• Tatiane Mileide Danna

Técnica (som e luz) e edição da sonoplastia

Produção:

• Willian Sieverdt

Texto

• Marcelo F. de Souza

Direção de Cena

• Paulo Nazareno

Cenografia (produção) e bonecos

• Eliane Margareth Roussenq

Cenografia (concepção e pintura) e bonecos (pintura)

• Roberto Vasselai

Bonecos (estrutura interna)

• Marcos Pereira

Bonecos (estrutura interna)

• Carlos Alves

Figurinos (criação) e perucas

• Maria Sieverdt

Figurinos (confecção)

• Márcio Corrêa

Auxiliar de produção cenográfica e auxiliar de direção

• Guilhermo Santiago

Sonoplastia 1ª etapa

• Fabrícia Piva

Sonoplastia 1ª etapa

• Gabriel Vieira

Sonoplastia 1ª etapa

• Sérgio Tastaldi

Sonoplastia 2º etapa

• Márcia Pagani

Letra e voz música “A secret dream of you”.

O espetáculo acontece hoje (sábado 17/02), as 20:00hs no Teatro Elias Angeloni.

Classificação indicativa 14 anos.

Evento gratuito.

Com informações do site:

http://www.tripteatro.com.br

Compartilhe:
Postado por: admin

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *