Movimento Sindical

Federação Nacional das Empresas de Transporte de Valores e Confederação Nacional dos Trabalhadores de Segurança Privada e Sindicato Patronal acordam sobre MP 873.

04.04.2019

O acordo foi elaborado com a presença dos consultores jurídicos e representações das entidades.

A medida provisória elaborada pelo então presidente Bolsonaro, apelidada pelas centrais sindicais de MP que asfixia sindicato dos trabalhadores, foi acordada entre representantes dos trabalhadores e patronal.

O acordo comum versa sobre a contribuição sindical, ao qual ficou estabelecido que, a empresa receberá o boleto bancário do empregado ou do sindicato, acompanhado de autorização expressa do empregado para desconto de seu salário e mediante esse desconto, a empresa fará o pagamento do boleto bancário.

Quanto a mensalidade sindical, a empresa fará o desconto no salário do empregado e repassará para o sindicato laboral, mediante prévia, expressa, voluntária e individual autorização do trabalhador.

As demais contribuições, independentes de sua nomenclatura, deverão ser descontadas também com autorização expressa e individual do trabalhador.

Com informações: Sindicato dos Empregados em Empresas de Vigilância e Transportes de Valores da Região Sul.

Compartilhe:
Postado por: admin

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *