Política

Moradores do Bairro Renascer realizam protesto em prol de melhorias para o bairro

09.02.2018

Os moradores do bairro Renascer em Criciúma pararam a rua Aristides Amboni,  nesta sexta-feira (9), para protestar em prol de melhorias para a comunidade. O ato, que contou com 120 pessoas, foi feito com o objetivo de chamar a atenção do Prefeito Clésio Salvaro, já que o descaso com o bairro vem se arrastando por seis anos.

A moradora Keith relata a situação da unidade de saúde do bairro: “otorrino, ortopedista, ultrassom é muito demorado, o pessoal fica na fila meses e meses .. se tu quiser fazer ultrassom é melhor tu pagar. Porque se for pra tu esperar pelo SUS, vai morrer. Então, é a consulta, o que mais pega, é a consulta. Não é nem a gente, não é o Renascer, é Criciúma mesmo, Criciúma é carente de consulta. É carente de medicação, muita medicação falta, que a gente sabe que tem que ter pela unidade, que é direito do povo, que é direito da comunidade ter a medicação. É princípio, principio ter essa medicação pra dor, antibiótico, muitas vezes falta, não tem pra dar … não é culpa das meninas que trabalham no posto, é culpa do gestor, vem lá de cima, nem no almoxarifado. Muitas pessoas vão no almoxarifado quer reclamar não vem lá de cima.” Já com relação as escolas ela afirma: “as escolas não são tão precarias, tem uma lista que apoia, nós temos cras, nós temos creches… tudo isso tem e funciona perfeitamente, as meninas são ótimas só que o que: tudo no meio do mato, não adianta as meninas quererem fazer um serviço bom, de qualidade, da escola, uma lista, sendo que estão sendo comidas pelo mato.”

Procurado pela Equipe do Jornal Livre SC, o secretario de infra estrutura do Município, Verceli Coral, respondeu que “reconhece os problemas do bairro, mas também tem outros 147 bairros em Criciúma para resolver problemas e que a solução para os problemas, não será sob pressão, deverá ser pela via democrática”.

O secretário se colocou à disposição para reunir- se na próxima quarta feira com os moradores, para dar encaminhamento aos problemas do bairro.

De acordo com o presidente do bairro, Eduardo Pereira Antunes, o posto de saúde está numa calamidade, a caixa da água caiu e não foi arrumada, as ruas estão cheias de buracos e mato. Ele ressalta que já foram diversas vezes a prefeitura que não resolveu o problema, o qual se persistir os moradores seguirão protestando.

Apoio/Fotos: Messias e Eliane.

Compartilhe:
Postado por: admin

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *