Educação

Precisamos debater sobre o tráfico de drogas e o encarceramento.

04.02.2018

Mais de 400 mil presos estão confinados irregularmente….

Segundo dados do CNJ – Conselho Nacional de Justiça, mais da metade dos presos no Brasil não deveriam estar recolhidos ao cárcere, sem que todos os recursos fossem julgados.

Como vimos, o poder judiciário brasileiro não é só o mais caro e mais corrupto do mundo, é também o mais preguiçoso.

A quem interessa esse encarceramento dos pobres, dos negros e das mulheres?

Interessa ao sistema corrupto dos governos estaduais, com as empresas de marmitas, seguranças privada, aos policiais corruptos, a máfia dos remédios, aos advogados e seus acordos inescrupulosos com juízes das comarcas.

Como sabemos, o custo para o estado é bilionário.

Chegou a hora de fazermos esse debate franco e aberto com a sociedade brasileira, essa é uma tarefa nossa, da esquerda que tem compromissos humanitários.

Neste sentido, devemos defender abertamente a descriminalização das drogas, já que 83% dos presos e presas no País tem ligação com o uso e tráfico de drogas.

Não podemos fechar os olhos para o esquema de corrupção montado por políticos, policiais e grandes traficantes, para controlar a destruição desse mercado bilionário.

Portanto, é dever de cada um de nós começarmos esse debate em nossa casa, na família, com os vizinhos e colegas de trabalho.

Nosso plano de governo para o próximo período precisa avançar, precisamos ter a coragem que o momento exige de nós!

Um bom domingo a todas e todos!

Texto: Guido Rezende

Compartilhe:
Postado por: admin

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *