Movimento Sindical

Sindicato dos Bancários e Financiários realizam paralisação em Criciúma SC contra o Banco Santander

31.01.2018

Ocorre hoje (31/01) durante todo o dia paralisação nacional contra o Banco Santander.

O Sindicato dos Bancários e Financiários destaca, “que o banco Espanhol iniciou a implementação da Reforma Trabalhista de Michel Temer, “rasgando a negociação coletiva”, impondo mudanças “unilaterais”, em horas extras, férias, décimo terceiro e ameaça também o fim das homologações de demissões nos sindicatos.”

Apontam também, que a reforma começou a afetar diretamente os bancários do Santander, sem qualquer negociação com o Movimento Sindical: “a direção do Banco está impondo um pacote de maldades contra seus trabalhadores: demissão em massa, implementação de acordo individual de banco de horas semestral e imposição do fracionamento de férias.

Além também de ter anunciado, a alteração das datas de pagamento dos créditos do salário e 13º.”

Precarizando as condições de trabalho, destacam os sindicalistas, “que o Santander pretende ainda prejudicar mais os seus funcionários também nos processos de demissões, com a possibilidade do fim das rescisões contratuais nos sindicatos.”

“O que está acontecendo com o Santander poderá acontecer com os demais bancos.

Não temos dúvidas que o banco espanhol tentará colocar em prática tudo o que a reforma de Temer lhes permite e tentar ir além.Por isso, temos que nos organizar para impedir os retrocessos.

A classe trabalhadora precisa se levantar e lutar unida desde já.” Afirmam os dirigentes do Movimento Sindical Sul Catarinense.

Em Criciúma, a paralisação ocorre nas agências Criciúma Centro, Av Centenário, Pinheirinho e Unesc.

Compartilhe:
Postado por: admin

Deixe o seu Comentário aqui!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *